15 março 2009

Vencedor do Oscar, não por acaso


Havia muito tempo que não ia mais ao cinema; estava com a impressão de que as historias eram as mesmas, obvias demais, previsíveis e cheias de clichês, e isso eram características que não se restringiam a apenas um gênero, mas sim a todos.

Assisti ano passado, O Caçador de Pipas, (um dos quais mais expectativa criei) e posso dizer que foi uma grande decepção, sei que muitos vão dizer que não, que o filme é fantástico que venceu prêmios disso e daquilo (na verdade nem vi se ganhou alguma coisa), mas vou ao ponto, o filme frustrou as minhas expectativas quando eu percebi que a velha forma de deteriorar a imagem de um pais frente a outro, e principalmente quando esse outro são os Estados Unidos. Essa velha formulazinha usada, anos e anos a fio pelos americanos e pelos que ainda acreditam que eles podem salvar a humanidade, é cansativa, é irreal, mais, é a prova constante do quão fracos eles se sentem que precisam sempre estar provando a todo mundo o quão bom eles são.

Para os que viram o filme e tem uma visão ampla dos fatos, perceberão que o que estou falando faz sentido, afinal a única coisa que fica evidente é que a vida nos estados unidos pode ser melhor do que em qualquer outro lugar, afinal lá sim é um lugar seguro. Esse é o resumo basicamento do que foi considerado o melhor livro dos últimos tempos.

Porém hoje quando fui ao cinema, me deparei com um filme realmente merecedor do premio que conquistou: Osacar de Melhor Filme, o tão comentado Quem quer Ser Milionário?

Por vários motivos esse filme mereceu o premio mas basicamente por não esconder a verdade, por não ter nenhum ator famoso, por contar uma historia pura de amor. Como a muito tempo não se via. Não so isso como mostra atitudes de amor entre irmãos, se eu pensar nos últimos filmes que vi, posso jurar que não vi nada que representasse tão bem, atè que ponto se chega de verdade por um irmão.

Além disso e um filme que retrata de forma Nua e Crua a verdadeira India, não se restringe as lindas construções e brigas de castas que a atual novela das oito passa, esse filme vai muito alem do que ultimamente esperamos encontrar em um filme, e posso dizer que as minhas expectativas frente a ele não eram as melhores. Eu achava que era mais um dos filmes vencedores de Oscar, sem nenhuma emoção, chato, sem nenhuma historia que parecesse real, e que de preferência não enrolasse a historia a ponto de chegar ao holocausto que é o que normalmente acontece.

Pode ser que algumas pessoas assistam e não sintam nada, mas acho que essa reação esta longe de acontecer, o filme tem uma realidade palpável para qualquer pessoa em qualquer lugar do mundo, principalmente as pessoas do terceiro mundo, que sonham com uma oportunidade que seja capaz de dar-lhes uma vida melhor, uma condição superior, e que muitas vezes não importa o quanto trabalhem essa virada nunca chega. Ele toca todas as pessoas. E inevitável, afinal quem não quer ser milionário?

Enfim é um filme que traz assuntos que agente até já pode ter visto em outros filmes mas nunca, nunca da forma que esta obra da sétima arte apresenta, no meu ponto de vista, esse filme é um divisor de águas entre o que estávamos acostumados a assistir e o que poderemos ver daqui pra frente. Ele abrira os horizontes daqueles que tem preconceito com filmes de atores desconhecidos e de baixo orçamento. Eu recomendo com toda a minha certeza de que esse filme não decepciona.

Ele Surpreende.

Obs.: Apesar das minhas criticas frente ao filme caçador de pipas, não posso dizer que é o pior filme dos últimos tempos, mas é um filme ou a historia do livro poderiam ter sido muito mais, poderiam ter surpreendido contando uma historia mais verídica e muito mais plausível do que a demonstrada. Ainda complemento que não tenho nada contra os Estados Unidos, sou consciente de quantas coisas boas esse pais já brindou ao mundo, porém sou e sempre serei contra as pessoas que são tem um patriotismo cego.

08 março 2009

Volver


tem muitoooooooooooooooooooooooo tempo desde a última vez que dediquei um pouco do meu tempo ao meu baby: O Blog
Acho que desde que comcei a namorar a minha criatividade ficou reduzida as conversas a dois, não isso, como tb tem o tempo que dedico as minhas amigas, e finalmente o tempo q dedico a mim.

No meio de tantas coisas, as minhas inquietações que antes eram escritas desta vez ficaram ditas.
Mas isso não é pra sempre, principalmente quando escrever é um prazer.
Daqueles q não pode ser negado nem substituído.
As novidades são que estou em um estagio de verdade, sim daqueles que tenho que realmente fazer as coisas, escrever pensar, enfim um estágio no qual me sinto uma ser Pensante, não apenas uma máquina.
Melhor do que isso é que o meu trabalho é a uma quadra da minha casa, Simm people eu sou uma pessoa de sorte ahahahhaha
Principal motivo de ter escolhido o estágio, foi pq era perto de casa, depois quando me deparei com o ambiente de trabalho e o tipo de pessoas, fechou uma realização.
Além disso não fiz nada nas minhas férias, fiquei em casa com namorei, fiquei com as minhas amigas, repensei as minhas perspectivas pro futuro quanto a minha profissão.
Li um livro super legal, Melancia da Marian Keys, sim eu sei q não é uma novidade literária
mas eu sempre resisto as coisas q são mto comentadas na sua época prefiro ler depois, prefiro ver depois.
Filmes: Ensaio sobre a cegueira - mto bom gostei, mas é um filme forte e nem todas as pessoas entendem ou se envolvem com a história.
Marley e Eu: legal, mas as pessoas q tem cachorro ou tiverem, ALERTA - tenham lencinhos por perto, pq vcs vão CHORAR mtoo inevitavelmente
Jogo de Amor em Las Vegas: Obvio e chato, nada de mais a pior atuação da Cameron Diaz e do Ashton Kutcher
O amor Não tem preço: Filme francês com Audry Tatou, mas não é nada de mais. é apenas um excelente comercial para marcas caras como Chanel, Dior e assim vai
O Curioso Caso de Benjamin Button: é tão assim q ainda não vi o fim, nada de mais, impressiona por algumas coisas, mas há filmes melhores por aí
4 Amiga e um Jeans Viajante 2: para quem já viu o primeiro, tenho certeza que se deleitou e adorou a historia, mas não vale assistir apenas ao segundo filme, tem que ver os dois.

Acho que foram só esses filmes que vi, mas queria ter visto mais.

Músicas da estação

Ainda Gosto Dela - Skank

Amado - Vanessa Da Matta (versão dance ou remix)

Não é Proíbido - Marisa Monte

Broken Strings - James Morrison e Nelly Furtado

Miles Away - Madonna


Tem mais coisa mas que agora não lembro.

A novidade do verão foi Becky Bloom que no dia 10 de abril estréia o filme aqui no Brasil

Simmmmm

Becky Bloom é a personagem dos livros de Sophia Kinsella

o primeiro livro é: Delírios de Consumo de Becky Bloom e assim por diante como esta na imagem



como eu nunca começo da forma apropriada, o primeiro livro que estou lendo é As Lista de Casamento de Becky Bloom, as minhas amigas que já leram quase todos me explicaram e tal
daí não é nada de mais começar pelo terceiro.

A história dela é basicamente assim, ela é uma pessoa extramente consumista que adora roupas de marca, sapatos carissimos e tudo que o fantástico mundo da moda pode proporcionar para

fortalecer a uma mulher, bom ela como bom exemplar de sua especia ama tudo isso

e gasta demais, como já disse, mas o curioso é que ela é uma consultora de finanças

Simmmm

ela uma gastadora compulsiva dá dicas de como as pessoas devem gastar seu dinheiro

vale muitoo a pena conferir e rir pq é mto engraçado, fora q daqui a pouco tem o filme.


Bom meus queridos,


que comece este 2009 com tudo, pq segundo o horóscopo chinês este é o meu ano


o ano do Boi q é sobre o signo chinês que nasci