05 dezembro 2008

Philosofic Questions

Estes dias estava na aula de filósofia, e no meio de tanta informação que o professor traz, ele mencionou uma afirmação do arisototeles onde segundo ele nos tentaremos nos desenvolver nas três inclinações básicas, são elas:

seremos bons pais/procriadores
seremos Bons Trabalhadores seja como estudiosos ou como operarios enfim
e seremos Bons na area Social e política

Podemos desenvolver mais uma delas, mas tentaremos mesmo assim realizarnos em todas elas
E supostamente seremos seres completos se conseguirmos nos sentir realizados em todas as áreas.
Mesmo que algumas pessoas em um primeiro momento tentem desconsiderar uma dessa inclinações, hj, no momento presente, por serem jovens, por serem ricas, por terem todos os amigos que precisam, em algum momento, pode ser que muito distante, sentirão falta, do que hj acham descartável.

E essa consciencia de que o Hoje é passado, as pessoas não tem, elas estão sempre acreditando que essa fase dos 17 anos durará eternamente. E vão queimando etapas, e deixando de construir o futuro, e conheço muitas que chegam ao final da vida arrependidas por não terem nem se quer haver tentado realizar uma das inclinações que agora falta.

Eu mesma gosto de pensar que terei a inocência dos meus 17 anos para sempre.

Mas sou consciente de tudo o que ainda tenho para construir, principalmente no que tange as inclinações, por mais que isso tenha sido dito a MIL anos atrás, nunca em nenhuma outra aula, escuteii um conceito tão atual.

Analisando as pessoas que convivo, elas estão sempre sempre sempre em conflito com as inclinações básicas, seja por que ainda não as alcançaram ou ainda pq acham que não estão desenvolvendo bem as suas inclinações.

É meio angustiante, perceber que não se pode ser bom em tudo, mas segundo a explicação que me foi dada, só o fato da pessoa tentar ser BOM. Só isso já é suficiente, para que a pessoa esteja no caminho certo.

Saber ao certo se fizemos certo ou errado, isso só vamos entender no final.

Eu tô no início, até agora a única inclinação que consigo realizar é a de sociabilizar.

Ainda estou caminhando e buscando as outras duas.

Nenhum comentário: