30 junho 2008

Asi és ...


Não tenho certeza sobre a autoria do texto abaixo mas acredito que seja Carlos Drumond de Andrade


“ A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a felicidade. A dor é inevitável. O sofrimento é opcional."

Ponderar ...




Poderia, jogar tudo pro alto, mas mais uma vez
Vou pôr as mão pra cima, não me precipitar, e dar mais uma chance
Tenho muitas frases não ditas, que hoje são de um potêncial bélico bárbaro
Prefiro jogá-las fora, e vou viver apenas com as ditas.
Quem sabe, esteja certa ou errada, mas se nesse momento colocar tudo pra fora
Com a intensidade que estou sentindo e sem nunca nunca ter mencionado nada disso
Posso causar uma EXPLOSÃO, que vai me queimar
Estou me agarrando ao último pedido do meu inconsciente e agindo com a razão
Entrando no campo minado, do tempo e do desconhecido, me tornando uma cega total
De mãos dadas com o destino, vou deixar que ele me traga o melhor


"O acaso vai me proteger enquanto eu andar distraída" (titãs)

25 junho 2008

By Arnaldo Jabor

Hoje ao abrir a minha caixa de e-mails encontrei esta crônica do Arnaldo Jabor.

Não tive dúvidas, tive que postar. Ele, expõe de forma simples, clara e direta, um assunto que muitas vezes nós mulheres não sabemos como expor aos nossos amados.

O Alerta de que não queremos mais perder tempo no que não acreditamos e de que estamos mais evoluídas do que as nossas mães, tias e avós

Bom people divirtam e identifiquem-se com a Crônica.

X.O.X.O


Como não ser um homem traído nos dias de hoje
Por Arnaldo Jabor.

Você homem da atualidade, vem se surpreendendo diuturnamente com o 'nível' intelectual, cultural e, principalmente, 'liberal' de sua mulher, namorada, ficante e etc...

Às vezes sequer sabe como agir, e lá no fundinho tem aquele medo de ser traído - ou nos termos usuais - 'corneado'.

Saiba de uma coisa... Esse risco é iminente, a probabilidade disso acontecer é muito grande, e só cabe a você, e a ninguém mais evitar que isso aconteça - ou então - assumir seu 'chifre' em alto e bom som.

Você deve estar perguntando porque eu gastaria meu precioso tempo falando sobre isso. Entretanto, a aflição masculina diante da traição vem me chamando a atenção já há tempos.

Mas o que seria uma 'mulher moderna': a principio seria aquela que se ama acima de tudo, que não perde (e nem tem) tempo com/para futilidades, é aquela que trabalha porque acha que o trabalho engrandece, que é independente sentimentalmente dos outros, que é corajosa, companheira, confidente, amante...

É aquela que às vezes tem uma crise súbita de ciúmes, mas que não tem vergonha nenhuma em admitir que está errada e correr pros seus braços... é aquela que consegue ao mesmo tempo ser forte e meiga, desarrumada e linda...

Enfim, a mulher moderna é aquela que não tem medo de nada nem de ninguém, olha a vida de frente, fala o que pensa e o que sente, doa a quem doer...

Assim, após um processo 'investigatório' junto a essas 'mulheres modernas' pude constatar o pior.

Você Será (ou é???) 'Corno', Ao Menos Que:

- Nunca deixe uma 'mulher moderna' insegura.Antigamente elas choravam. Hoje, elas simplesmente traem, sem dó nem piedade.

- Não ache que ela tem poderes 'adivinhatórios'.Ela tem de saber - da sua boca - o quanto você gosta dela. Qualquer dúvida neste sentido poderá levar às conseqüências expostas acima.

- Não ache que é normal sair com os amigos (seja pra beber, pra jogar futebol...) mais do que duas vezes por semana, três vezes então é assinar atestado de 'chifrudo'. As 'mulheres modernas' dificilmente andam implicando com isso, entretanto elas são categoricamente 'cheias de amor pra dar' e precisam da 'presença masculina'. Se não for a sua, meu amigo bem...

- Quando diz que vai ligar, ligue, senão o risco dela ligar pra aquele “ex” bom de papo e de cama é grandessíssimo.

- Satisfaça-a sexualmente. Mas não finja satisfazê-la. As 'mulheres modernas' têm um pique absurdo com relação ao sexo e, principalmente dos 20 aos 38 anos, elas pensam - e querem - fazer sexo T O D O S O S D I A S (pasmem, mas é a pura verdade)... Bom, nem precisa dizer que se não for com você...

- Lhe dê atenção. Mas principalmente faça com que ela perceba isso. Garanhões, mau (ou bem) intencionados, sempre existem, e estes quando querem são peritos em levar uma mulher às nuvens. Então, leve-a você, afinal, ela é sua ou não é????

- Nem pense em provocar 'ciuminhos' vãos. Como pude constatar, mulher insegura é uma máquina colocadora de chifres.

- Em hipótese alguma deixe-a desconfiar do fato de você estar saindo com outra. Essa mera suposição da parte delas dá ensejo a um 'chifre' tão estrondoso que quando você acordar, meu amigo, já existirá alguém MUITO MAIS 'comedor' do que você... só que o prato principal, bem... Dessa vez é a SUA mulher.

- Sabe aquele bonitão que, você sabe, sairia com a sua mulher a qualquer hora. Bem... De repente a recíproca também pode ser verdadeira. Basta ela, só por um segundo, achar que você merece... Quando você reparar... Já foi.

- Tente estar menos 'cansado'. A 'mulher moderna' também trabalhou o dia inteiro e, provavelmente, ainda tem fôlego para - como diziam os homens de antigamente - 'dar uma', para depois, virar do lado e simplesmente dormir.

- Volte a fazer coisas do começo da relação. Se quando começaram a sair viviam se cruzando em 'baladas', 'se pegando' em lugares inusitados, trocavam e-mails ou telefonemas picantes, a chance dela gostar disso é muito grande, e a de sentir falta disso então é imensa.

A 'mulher moderna' não pode sentir falta dessas coisas... Senão...

Bem amigos, aplica-se, finalmente, o tão famoso jargão 'quem não dá assistência, abre concorrência'. Deste modo, se você está ao lado de uma mulher de quem realmente gosta e tem plena consciência de que, atualmente o mercado não está pra peixe (falemos de qualidade), pense bem antes de dar alguma dessas 'mancadas'... Proteja-a, ame-a, e, principalmente faça-a, saber disso. Ela vai pensar milhões de vezes antes de dar bola pra aquele 'bonitão' que vive enchendo-a de olhares... E vai continuar, sem dúvidas, olhando só pra você!!!

23 junho 2008

Love e Outros Desastres



Quais os motivos que fazem as pessoas gostarem uma das outras?
Em vários casos como: amizades; eu aceito que sejam as afinidades ou os interesses que sejam os motivos de gostar, mas nos namoros, não.
Neles acredito que o motivo para gostar seja apenas: o gostar. Sem razão, sem motivo, ou até pela falta de motivos.

Esses dias estava falando com um amigo que adoro, e ele me disse que, estava com a menina pq ela não dava motivos para terminar, e nem para brigar, (MAS PELO AMOR DE DEUS), só por isso termina, q coisa medíocre.
Quem sabe seja eu a que quer sentir tesão em tudo que faço, mas não consigo ver a vida sem isso.

Como diz Frank Sinatra na música ALL THE WAY, não vale nada um amor que não seja de todas as formas, que não seja completo.
Sou romântica, assumo. Mas sou pratica também, e acho que não vale a pena estar em um relacionamento que não seja completo.
E completo no que eu entendo, é Gostar de alguém, independente dos defeitos e das virtudes.

Existem relacionamentos que sabemos que não são para toda a vida, mas que mesmo assim eles valem a pena, pq a pessoa nos excita, ela nos motiva e nos incentiva em nossos projetos, e porque são pessoas que simplesmente gostamos, por que elas são do jeito que são.

Ontem assisti, Paris em 2 dias, e tratava justamente disso. Ele era americano, maniático cheio de bobagens; e ela era francesa desligada e sexualmente liberada (digamos assim).
E os dois tinham defeitos imperdoáveis, mas tinham uma ligação especial e apesar das brigas e das diferenças, eles preferiam estar juntos, e isso é o que traduz: amar, gostar, adorar, etc.
É nesse momento que a pessoa realmente percebe que gosta, que esta afim, quando a dificuldade surge, mas mesmo assim se mantêm dentro do relacionamento, e trabalham para que ele dê certo.

Tenho certeza que meu amigo vai ler isso, e espero que ele perceba que ninguém ama pelas qualidades do outro, nem apesar de seus defeitos. Ama porque o outro é o outro e pronto.

22 junho 2008

It Ain't Over Till Is Over?

Lenny Kravitz - It Ain't Over Till Is Over

Here we are still together
We are one
So much time wasted
Playing games with love

So many tears i've cried
So much pain inside
But baby it ain't over 'til it's over

So many years we've tried
To keep our love alive
But baby it ain't over 'till it's over

How many times
Did we give up
But we always worked things out
And all my doubts and fear
Kept me wondering
If i'd always be in love

So many tears i've cried
So much pain inside
But baby it ain't over 'till it's over

So many years we've tried
To keep our love alive
But baby it ain't over 'till it's over

So many tears i've cried
So much pain inside
But baby it ain't over 'till it's over

So many years we've tried
To keep our love alive
But baby it ain't over 'till it's over




Estava ouvindo essa música - A tradução do nome da musica é: Não termina até que acabe -


e pensando em como esse terminar e acabar são uma linha tênue quase q inseparável.

Na verdade a única diferença que encontrei no dicionário é que acabar pode ser para: matar, aniquilar; É a única coisa pra mais que essa palavra têm, no demais elas são Iguaisssssssss.

E isso é bem questionável, quando será que acaba?


E quem determina?


Quem determina quando acaba sem motivo?


Ou quando só resta silêncio? Ainda quando o casal se cala e não manifesta mais nada?


Quando a única coisa que os une é a distancia que criaram entre eles?


Como terminar com uma relação dessas?

21 junho 2008

The Actitud

Quem nunca suspirou em um filme, quando o mocinho tomou uma atitude que mudou tudo, voltando para sua amada ou indo atrás dela para lhe dizer o quanto a amava e ela era importante para ele?. Como quando o Mr. Big foi buscar Carrie em Paris, tirar-la das garras do russo xexelento (Sex and the City, 6ª Temporada).

Ou tipo quando depois de uma briga feia e que tinha tudo para ser o fim, ele voltou e agarrou a mocinha pelo braço, tascou aquele beijo e a fez perceber que o amor deles era maior que tudo e todos, e até hoje suspiramos só de lembrar.

Tipo Cameron Diaz em O Amor Não Tira Férias. Ela percebe que esta chorando porque o Jude Law, foi a primeira pessoa em tipo 20 anos, que causou nela uma emoção tão forte que a fez derramar lágrimas depois de tanto tempo, e ela sai correndo e vai encontra-lo pra lhe dizer que estava chorando por ele e porque queria ficar com ele e que o amava.

Ou Audrey Hepburn em - Bonequinha de Luxo, quando saí do táxi (pois seu gato fugiu) no meio da 5ª avenida, em um dia chuvoso para tentar encontrar seu bichano e nessa busca encontra seu querido, também procurando pelo gato dela. Ao vê-lo ali todo molhado tentando recuperar o que ela mais estimava, ela percebe que a infelicidade dela não era porque estava deixando a cidade e a vida que tanto amava; mas porque estava deixando a pessoa que ela amava, o gatinho aparece e então eles se beijam. E tudo isso ao som instrumental de Moon River. (aiiiiiiiiiiiiiiiiiiii deusssssssss) Esses exemplos mostram a Atitude que muda tuuuuudooo, e que nos fazem pensar que ainda teremos, um dia, a nossa chance de viver o nosso grande romance.

A Atitude, na vida real nunca vi acontecer, mas sei que acontece. Não pode ser que o êxito, de alguns (e raros) casamentos bem sucedidos, se deve a brigas bobas e pirraça, certamente esta relacionado à alguma
Atitude.

Sei que a Atitude, é uma questão de maturidade. Muitas pessoas morrem amando alguém, mas mergulhadas em seu orgulho, que não as leva a nada, apenas impede-as de serem felizes, nunca tomam a atitude que pode mudar tudo.

Outras, por medo nunca a tomam. É notório que o receio, a falta de segurança e confiança em si próprio, fez muitos desistirem de viver uma grande história. Esse tipo de gente tem que se tratar. Medo é um problema que esta apenas no teu subconsciente e ninguém pode ver apenas vc.

No entanto nós mulheres, somos muito mais permissivas e abrimos muito mais concessões do que os homens,somos muito mais persistentes do que eles. A prova é que, a grande maioria das presidiárias são abandonadas pelos seus maridos, diferente dos presidiários que raramente são deixados pelas suas esposas.

Eu sinto que a Atitude falta mais nos homens. A maioria perdeu o romanticismo, perdeu a habilidade de querer conquistar a sua mulher MIL, MILHARES E TANTAS VEZES SEJA NECESSÁRIO.

Conquistar é uma arte e trabalhar para que o relacionamento dê certo também. Os homens se escondem na desculpa de que estão estressados com o seu trabalho, com os problemas disso e daquilo, e assim vão perdendo a credibilidade aos nossos olhos.

Algumas mulheres já não esperam mais nada dos caras que se envolvem, simplesmente, porque tem consciência de que eles não são capazes de oferecer coisa alguma.

Vamos nos inspirar, e acreditar. Porque o mundo esta cheio de homens com Atitude, ainda não os encontramos, apenas isso.

Primeira Postagem


Esta é a minha primeira postagem


Q emoçãoo


Para explicar aos q não entenderam o nome,


Diletante é:
que ou aquele que exerce uma arte por paixão e não por obrigação;
amador apaixonado de música; aquele que se dedica a determinado assunto ou teoria de um modo pouco sério e sem qualquer obrigação.


é aquele que vive pelo prazer de viver e nada mais ...